Renovação inova com a Jiu jitsu terapia na recuperação de dependentes químicos
Renovação inova com a Jiu jitsu terapia na recuperação de dependentes químicos
Renovação inova com a jiu-terapia na recuperação de dependentes químicos

A Comunidade Terapêutica Renovação é a primeira instituição do segmento a implementar a terapia através da arte do Jiu jitsu na região norte que é um esporte que exige disciplina e determinação e promove a interação entre os que praticam ajudando a emagrecer, a reduzir o estresse, além de trabalhar o corpo de forma completa e melhorar a coordenação motora.

De acordo com Fábio Ferraz, professor de Jiu-jitsu e coordenador do Projeto Jiu-therapy na Comunidade Renovação, o objetivo principal é trabalhar o jiu jitsu como terapia e promoção de uma filosofia voltada para o bem estar e a saúde, “é uma forma de trabalhar a evolução do paciente através desse tratamento”, disse. “Nesse projeto o jiu jitsu funciona como uma ferramenta  coadjuvante no tratamento da adicção e da dependência química”, afirma.

Ainda segundo o Professor Fábio, o jiu jitsu trabalha o lado físico, mental e o espiritual do praticante, elevando sua autoestima, através do bem estar imediato, buscando o equilíbrio e os deixando mais confiante de si contribuindo para sua a ressocialização, alcançando dessa forma o objetivo proposto.

Renovação inova com a jiu-terapia na recuperação de dependentes químicos
Gisely Mendrot na entrega da premiação com Bruce Rhuan

Dentro dessa dinâmica, aconteceu no domingo, 31, na sede da entidade, a 1ª Copa Renovação de Jiu Jitsu que contou com cerca de 40 inscritos. Para a presidente da comunidade, Gisely Mendrot, a Jiu-therapy associada às atividades de tratamento desenvolvidas na comunidade o programa é ótimo, “esse tratamento é inovador e já podemos perceber os resultados nos internos que apresentam maior equilíbrio e concentração”, afirmou a presidente.

Por Frank W. Batista