VALORIZAÇÃO

Prefeitura de Belém celebra o Dia dos Professores com entrega de chips e espaço revitalizado

Prefeitura de Belém celebra o Dia dos Professores com entrega de chips e espaço revitalizado

Prefeitura de Belém celebra o Dia dos Professores com entrega de chips e espaço revitalizado

Prefeitura de Belém celebra o Dia dos Professores com entrega de chips e espaço revitalizado

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Como parte das atividades comemorativas do Dia do Professor, celebrado nesta sexta-feira,  15 de outubro, a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), promoveu, na tarde desta quinta-feira, 14, o circuito de atividades comemorativas que incluiu a inauguração da obra de reforma do Centro de Referência em Inclusão Educacional Gabriel Lima Mendes (Crie), a inauguração da placa de identificação do Centro de Formação de Educadores, que homenageia Paulo Freire, patrono da educação brasileira, além da entrega de chips de acesso à intenet para professores da rede municipal.

Reforma do Crie – No início deste ano, a gestão municipal esteve no Crie e encontrou o prédio totalmente abandonado e sem nenhum tipo de manutenção. Em poucos meses, a Prefeitura de Belém iniciou as obras, que duraram dois meses. O investimento foi de R$ 104.124,93.

A revitalização incluiu obras como pintura geral, revisão hidráulica nos banheiros, revisão da cobertura, elétrica, aparelhos de ar-condicionado, troca de luminárias, instalação de placas de identificação dos espaços em braille, revitalização da fachada, instalação de toldo na área do estacionamento e troca das películas das esquadrias. Em dez meses, este é o terceiro espaço educacional que a prefeitura entrega totalmente reformado. 

A estudante do 7° ano do ensino fundamental,  Angelina Braga, 12 anos, que é deficiente visual, estava concentrada, lendo, em braille, a placa de reforma do Crie. Para a professora Waldina Braga, 47, mãe da estudante, o espaço reformado demonstra a atenção do governo municipal a todos.

“A reforma representa a importância que o governo está dando à educação inclusiva. A gente começa a perceber que a educação inclusiva está recebendo um novo olhar, e que esse novo olhar venha com recursos garantidos, para a construção de mais espaços adequados”, afirmou a docente.

O Crie se dedica ao atendimento educacional especializado a pessoas com deficiência matriculadas na rede municipal de ensino, por meio de programas, projetos, núcleos e salas de recursos. São diversos profissionais da educação distribuídos em equipes, que desenvolvem o trabalho que dá suporte às salas de recursos no Crie e escolas municipais. Entre os programas destaca-se o Programa nas Tuas Mãos, responsável por dar suporte aos alunos com deficiência visual. Por meio desse programa esses estudantes vão receber um acompanhamento.

A rede municipal de educação tem cerca de 1.900 estudantes portadores de deficiência. “Esses estudantes estão nas nossas escolas e nós precisamos desenvolver, cada vez mais, esse trabalho que favoreça a questão da aprendizagem, na perspectiva da educação inclusiva. A gente acredita que todos nós somos capazes de aprender”, ressaltou a coordenadora do Crie, Tatiana Vasconcelos.

“Nós somos diferentes, mas todos nós temos a capacidade de aprender. Nós, aqui dentro do Centro de Referência e Inclusão, trabalhamos nessa perspectiva de que trabalhamos com potencialidades, ou seja,  desenvolver o estudante dentro das suas pontencialides”, enfatizou a coordenadora.

Homenagem ao educador Paulo Freire – O circuito seguiu com a descerramento da placa do prédio do Centro de Formação de Educadores Paulo Freire, localizado na travessa Rui Barbosa, que passou a ter a nova identificação para homenagear o patrono da educação brasileira. Também foi entregue um busto do educador, que fica localizado no hall de entrada do imóvel. A obra é do artista plástico Raimundo Calandrino.

“É um motivo de orgulho e muita honra, e queríamos fazer da melhor maneira. Nosso objetivo é ter um cidade alfabetizada e leitora, sendo um território livre do analfabetismo”, explicou a secretária municipal de Educação, Márcia Bittencourt.

A homenagem também contou com a exibição de um vídeo sobre Paulo Freire e com a exposição Meu Encontro com Paulo Freire. “O espaço de formação oferece cursos e capacitações para os servidores da Semec e buscar dialogar com o servidores e alunos”, explicou o coordenador do Centro de Formação, Walter Braga. “Buscar o diálogo com professores, alunos e diretores, buscando transformar a educação do municipio de Belém. Comemorar o centenário dele com o busto e o nome do espaço é uma emoção”.

Coordenadores e professores da rede municipal recebem chip para acesso à internet – As atividades comemorativas foram encerradas no Memorial dos Povos, com a entrega de chips para acesso à internet de professores, coordenadores e diretores de toda a rede municipal de ensino. 

“Estamos aqui não só para homenagear , mas entregar chips para educadores, que não mediram esforços para a garantir a educação na pandemia. Nós temos esse preocupação com os nossos professores”, destacou o vice-prefeito de Belém, Edilson Moura.

Os chips foram entregues para os representantes de cada distrito administrativo de Belém, de forma simbólica. O dispositivo eletrônico, que conta com 20 gigabytes, ainda será distribuído para os mais de três mil docentes da rede municipal de Belém. 

A coordenadora da Unidade de Ensino Infantil São Gaspar, localizada no Conjunto Pedro Teixeira, Girlane Lourenço, ressaltou a importância do dispositivo no ensino. “Vai ajudar na aproximação  da comunidade, para conversarmso com os pais. Nós temos muitas dificuldades quanto à parte da informática, antes usávamos os nossos recursos, mas agora, com o chip, será diferente”, comemorou

Atuando há seis anos como professora no município, a educadora Izabella Carneiro não escondeu a felicidade de poder contar com mais um auxílio para o ensino do alunos da Escola Municipal Antônio Carvalho Brasil, no bairro da Condor, onde atua. “É mais uma ferramenta para ajudar no ensino das crianças. Era um coisa muito esperada por todos nós professores, pois melhora a qualidade do ensino”, concluiu.

Fonte: Agência Belém

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin