O número de homicídios caiu 42% no Estado, no período de 1 a 31 de maio, em comparação com o mesmo período de 2018, e 21% em relação ao mesmo período do ano passado. A queda nos os índices de criminalidade foi apresentada nesta segunda-feira (15) pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). 

A diminuição dos índices representa a preservação de 144 vidas, comparando os meses de maio de 2018 e 2020, e 54 vidas considerado o mesmo período de 2019 e 2020. Em 2018, foram 346 homicídios; em 2019, 256; em 2020, 202 homicídios.

A redução de roubos a transeunte foi de 66% em todo o Pará no comparativo dos meses de maio dos anos de 2018 e 2020. Já na comparação, no mesmo período, de 2019 para 2020, a redução atingiu 55%. Em 2018 foram registrados 7.538 casos no mês de maio; 5.724 no mesmo período de 2019; e 2.561 em 2020. Uma redução de 4.977 de 2018 para 2020 e 3.163 de 2019 para 2020.

Os roubos a veículos apresentaram diminuição de 81% em maio de 2018 para 2020 (com menos 424 casos) e de 70% de 2019 para 2020 (com menos 236 casos). Foram computadas 526 ocorrências de roubos a veículos em maio de 2018; 338 ocorrências em 2019; e 102 em 2020.

Os roubos a ônibus tiveram redução de 96% (com menos 81 casos) em relação aos meses de maio de 2018 e 2020; e de 88% (com menos 23 casos) no comparativo dos meses de maio de 2019 e 2020. Foram registradas 84, 26 e 3 ocorrências de roubo a coletivos nos três anos, respectivamente.

“Pelo 17º mês consecutivo conseguimos uma baixa nos índices de criminalidade, em especial na criminalidade violenta no Estado do Pará. Independente da pandemia, essa queda nos índices é fruto de um trabalho integrado que o sistema de segurança pública faz desde janeiro de 2019, prova disto é que alguns estados da Federação apresentaram aumento nos meses de abril e maio, que são meses que enfrentamos o coronavírus, mas mesmo assim o Pará conseguiu continuar no índice de queda, ainda que comparado ao ano de 2019, que já foi um ano de reduções comparado a 2018’’, avaliou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, que afirmou ainda que os resultados atuais são fruto do trabalho integrado, focado na inteligência e no uso de tecnologia.

Mais números – Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguido de morte, tiveramuma queda de 41% nos índices registrados comparados os meses de maio dos anos de 2018 e 2020, com menos 151 ocorrências. Já na comparação 2019 e 2020, no mesmo período, a queda foi de 22%, com menos 59 casos. Foram registrados nos meses de maio de 2018, 2019 e 2020, respectivamente, 366, 274 e 215 ocorrências de CVLI.

Região Metropolitana de Belém

A redução dos registros de homicídios na Região Metropolitana de Belém, no período de 1º a 31 de maio, comparando os anos de 2018 e 2020, foi de 69%. Já comparados 2019 com 2020 a redução foi de 49%. Em 2018 e 2019, o número de homicídios totalizou 128 e 78, já em 2020, 40 casos foram registrados. Os índices apontam 88 vidas preservadas em maio de 2018 comparado a maio de 2020 e 38 vidas preservadas no comparativo dos meses de maio de 2019 e 2020.

Nos casos de roubos, na RMB, ao comparar os anos de 2018 e 2020, foi alcançada redução de 71% e em relação ao ano de 2019 foi registrado o índice de 62% de redução, com 5.440 casos registros em 2018, 4.178 em 2019 e 1.573 em 2020, o que resultou em 3.867 roubos a menos em maio dos anos de 2018 e 2020 e 2.605 roubos a menos, no mesmo período de 2019 e 2020.

Criminalidade no período da Covid-19 (18 de março a 31 de maio)

violência doméstica registrou redução de 37% no Estado comparando os anos de 2019 e 2020, no período de 18 de março a 31 de maio. Isso representa 1.211 casos a menos, tendo sido computado 3.253 ocorrências no ano de 2019 e 2.042 no ano de 2020. Na Região Metropolitana de Belém a queda foi de 51%, com 681 casos a menos, no comparativo dos anos de 2019 e 2020, com 1.323 ocorrências em 2019 e 642 no ano de 2020. No interior do Estado a redução foi de 27%, com 530 casos a menos, sendo 1.930 casos em 2019 e 1.400 no ano de 2020.

O crime de estupro de crianças e adolescentes, de 18 de março a 31 de maio, reduziu 57% no Estado, com 298 casos a menos no comparativo dos anos de 2019 e 2020. Foram registrados 523 ocorrências no ano de 2019 e 225 no ano de 2020. Na RMB a queda foi de 62% no crime de estupro de crianças e adolescentes, no mesmo período, contabilizando 66 ocorrências a menos neste ano em relação ao ano passado. Tendo sido registrado 107 casos no ano de 2019 e 41 casos no ano de 2020. Já o interior do Estado registrou 56% de redução, com 232 casos a menos. No ano de 2019 foram 416 ocorrências, enquanto que em 2020 foram 184.

Por Laís Menezes (SEGUP) / Agência Pará