Invasão do Minha Casa, Minha Vida ameaça o sonho de mosqueirenses
Invasão do Minha Casa, Minha Vida ameaça o sonho de mosqueirenses

Cerca de 10 mil mosqueirenses inscritos no Programa Minha Casa Minha Vida que aguardam sorteio poderão ter perdido o sonho da casa própria

Mais uma invasão ameaça a ordem e a justiça na ilha com a tomada do Conjunto Viver Mosqueiro por invasores de vários municípios do estado, o crime de ocupação que começou na noite de sexta-feira e que após intermediação da Polícia Militar na manhã de sábado, onde fora acertado com os coordenadores do movimento de que deixassem a obra, ainda em fase conclusão, para que o grupo participasse de uma reunião com as autoridades judiciárias na segunda-feira não foi cumprido por parte dos ocupantes que insistiram  permanecer no local.

A situação agora está a mercê da justiça federal por se tratar de uma obra do Governo Federal sob a tutela da Caixa Econômica. A ocorrência já foi registrada na Polícia Federal no sábado, dia 05, e a PM e a Guarda  Municipal permanecem nas proximidades para garantir a ordem. Segundo declaração dos coordenadores do movimento professor Jozo e Rosangela Melo, o grupo está reivindicando o que é deles por direito.

Quem perde com tudo isso é a população de Mosqueiro com as ações de movimentos oportunistas que querem tirar vantagens do quadro em que se encontra o  Programa Minha Casa, Minha Vida em Mosqueiro. O projeto Viver Mosqueiro destinasse exclusivamente a moradores de Mosqueiro com renda familiar mensal de até R$1.600,00.

Porém, há no local pessoas inscritas no programa, mas, para o atendimento em seus municípios de origem, além de outros oportunistas infiltrados no grupo que conta com apoio jurídico de instituições não governamentais habituadas a atuar em situações semelhantes.

Por Frank Batista

Deixe uma resposta