No período de suspensão das aulas nas escolas devido à pandemia de Covid-19, está garantido o acesso às disciplinas e ao caderno de exercícios

Alunos da rede pública estadual de ensino terão acesso ao conteúdo escolar pela TV Cultura do Pará e pelas redes sociais a partir da próxima segunda-feira (30), a partir de 15h15. O Projeto Todos em Casa pela Educação tem como objetivo minimizar os prejuízos ao cronograma de aulas dos estudantes do ensino médio e fundamental por conta das medidas de prevenção ao novo Coronavírus. A parceria entre a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e a Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa), no entanto, deve se estender para além do período de isolamento social necessário para coibir o avanço da pandemia,

A titular da Seduc, Elieth Braga, adianta que além do acesso às disciplinas e ao caderno de exercícios, os alunos poderão interagir com os professores de forma virtual. “Tudo de uma forma bem dinâmica, com linguagem rápida, para que o jovem se sinta atraído por esse acesso e participe. Ele pode, inclusive, fazer uma selfie e mandar para que seja exibida na TV ao final de cada programa”, adianta. As exibições serão sempre de segunda a sexta-feira.

“A gente espera que os alunos possam aproveitar essa oportunidade de não ter prejuízo. É um momento inovador, em que o governo sai na frente”, destaca. A gestora não descarta a possibilidade de aplicação de processos de avaliação (testes e provas) por essa metodologia, caso o período de suspensão de aulas seja prorrogado, e confirma que a equipe técnica da Seduc já discute o assunto.

Projeto-piloto – “Estamos trabalhando para minimizar as perdas, mas independentemente do retorno à atividade escolar, a Funtelpa nos cedeu um horário na grade, no qual iniciaremos o piloto de um projeto permanente. São 108 municípios com acesso ao sinal da TV Cultura, e poderemos alcançar até 500 mil alunos nesse primeiro momento. É uma nova forma de integração pela educação”, diz a secretária.

Já o presidente da Funtelpa, Hilbert Nascimento, considera a iniciativa um marco para a Fundação e para a educação. “A TV pública tem a obrigação de levar informação, cultura e educação. Esse projeto chega muito bem. É propício ao momento que estamos vivendo, e vamos poder oferecer ao aluno da rede pública a oportunidade de não perder o ritmo do estudo. O importante, agora, é não deixar esses estudantes sem conteúdo”, reforça.

Para acompanhar a programação da TV Cultura é só acessar o canal 2.1 ou 2. O conteúdo na internet estará disponível no site https://tvcultura.com.br.

Por: Carol Menezes (SECOM) / Agência Pará